Blog

Blog exclusive content

exclusive content
Cuia para chimarrão: conheça 3 materiais e suas especificidades
Thursday July 15th, 2021
cuia para chimarrão

Que existem inúmeras formas de preparar a cuia para o chimarrão você já sabe.

Mas um mate tradicional, invertido, de colher, tapado, meia lua, aconchego ou de preguiçoso pode ser apreciado nas cuias para chimarrão feitas dos materiais mais distintos.

Só na Barão Shop são 16 modelos e a escolha, assim como a da bomba, pode se tornar um processo cheio  de dúvidas quando não se conhece as especificidades de cada um deles.

Quer descobrir a cuia que mais combina com o seu jeito de matear? Confira o artigo que preparamos!

Do que são feitas as cuias para chimarrão?

Já te contamos aqui que o porongo é o material utilizado para fazer a maioria das cuias, desde quando os indígenas começaram a matear.

Vale a pena relembrar que o porongo é originário da planta trepadeira da família da Lagenaria Siceraria, também conhecida como cabaça.

Os frutos da planta variam de pequeno e arredondado até grande e comprido, garantindo diferentes formatos às cuias.

Geralmente, as cuias para chimarrão tradicionais são feitas com porongos grossos. Já os modelos uruguaios, por exemplo, podem ter tanto o porongo quanto a cerâmica como matéria-prima. 

Além das diferenças na apresentação, o tipo de material a partir do qual a cuia para chimarrão é feita também é um dos fatores que, junto com a erva-mate, influencia no sabor da bebida. 

1 Cuia tradicional

Nossos modelos de cuia tradicional são feitos a partir do porongo natural. O processo de fabricação é totalmente artesanal.

Isso significa que, depois de colhido, o porongo é deixado secar e, decorrido o tempo ideal, torna-se oco, liso e impermeável. Nestes modelos, o pé e o bocal também são queimados.

Como todas essas cuias são artesanais e derivam de produtos naturais, as medidas, formas e desenhos podem variar.

Aos modelos de cuia tradicional, existem detalhes que adicionamos, como pé, desenhos com gravação em laser e revestimentos, por exemplo.

Cada uma dessas especificidades, no entanto, é apenas externa e não afeta o sabor do chimarrão.

E já que estamos falando em sabor, é importante ressaltar que, quando a intenção é apreciar o gosto mais característico da bebida, a indicação é sempre optar por um modelo de cuia tradicional. 

Aqui o paladar da sua erva-mate preferida e a lembrança do gosto do porongo se misturam.

Cuia em madeira

A principal diferença da cuia de madeira, em relação à tradicional, é mesmo a matéria-prima.

Nesse caso não é o porongo, mas a madeira. Para a confecção desses modelos de cuia, priorizamos materiais da mais alta qualidade, como a embuia.

As cuias em madeira da Barão também passam pelo torno, o que garante um acabamento diferenciado.

Da mesma forma que nos modelos tradicionais, também não faltam detalhes como cores, pés e verniz.

No quesito sabor, ao matear em uma cuia de madeira você poderá sentir um leve gosto amadeirado combinado com a erva-mate. Uma das principais vantagens desse modelo é que não mofa.

Cuia em cerâmica

No quesito manter o chimarrão quente por mais tempo, nenhuma outra opção ganhará da cerâmica.

Material do nosso modelo uruguaio, as cuias em cerâmica contam com superfície não porosa e, por isso, são consideradas uma das opções mais higiênicas do mercado. 

Elas também são muito resistentes, não soltam gosto que influencie no sabor original da bebida, mas tendem a esquentar na parte externa

Para os dias gelados de inverno, este aquecimento também é uma vantagem, já que garante conforto às mãos. 

Gostou de conhecer as características dos materiais das cuias para chimarrão que você encontra na Barão Shop? Agora é só correr para lá e escolher o que mais lhe agradou!

go back